Grupo Coral da Casa da Gaia - Argoncilhe

Grupo Coral da Casa da Gaia - ArgoncilheO GRUPO CORAL DA CASA DA GAIA foi fundado em 1971, sendo a primeira actividade a nascer na Associação.

Sob a direcção artística do Maestro Joaquim Alves Marques, desde logo apostou em dignificar a música popular portuguesa. Nesta altura o lema do Grupo Coral era “Cantar do Povo para o Povo”.

É responsável pela organização do Encontros de Coros nas Terras da Feira. Organiza todos os anos um Concerto de Natal e o “Cantar Portugal”. Participa em concertos e espectáculos de norte a sul de Portugal.

[1989] [PORTUGAL] - Encontro de Coros da Madeira

[1999] - XII Encontro de Coros da Ilha Terceira em Angra do  Heroísmo

[2006] - Encontro de Coros da Madeira.

[2001] [FRANÇA] - Encontro de Coros realizado em Joué-Le-Tour, organizado pela Associação Maison pour Tous.

[ESPANHA] – Participou em concertos em Alicante, Vigo, Pontevedra, Baiona, Corunha, Ourense e Guadalajara destaca-se o Concerto de Santa Cecília [Ribadeo] e o Concerto realizado no Circulo das Artes, na Praça de Espanha no Lugo.

[2008] [ESLOVÉNIA] - 39.º Open Air Singing Festival, certame integrado no programa oficial de Cultura que acompanhou a presidência da Republica da Eslovénia na EU.

Foi convidado para fazer parte da Colectânea dos Melhores Coros da Região, tendo realizado gravações para elaboração de um CD. É sócio fundador da FENAMCOR – Federação Nacional Movimento Coral, movimento que está a dar os primeiros passos e que pretende dar o seu contributo para a dignificação e valorização do canto coral em Portugal.

Maestro: Sérgio Filipe Martins

Vox Ensemble – Viana do Castelo

Vox Ensemble – Viana do CasteloO coro de câmara Vox Ensemble foi fundado na cidade de Viana do Castelo, em 2005, por Liliana Quesado.

Apresenta-se tanto a cappella como com acompanhamento instrumental, num vasto repertório, abrangendo estilos tão distintos como a música clássica, o jazz ou o pop, resultando assim num elevado sentido de adaptabilidade às solicitações dos vários quadrantes da sociedade. Levar a música, de uma forma simples com qualidade e profissionalismo, a todos que a procuram é o principal objectivo do grupo!

Vox Ensemble esteve presente na 19ª Edição do Festival de Música de Advento e de Natal, que teve lugar em Praga, de 27-29 de Novembro de 2009. Obteve o 2º prémio, com Diploma de Prata.

Maestro: ...

Coro da Sociedade Euterpe Alhandrense – Alhandra

Coro da Sociedade Euterpe Alhandrense – AlhandraA Sociedade Euterpe Alhandrense, fundada em 01/12/1862, é a Colectividade mais antiga do Concelho de Vila Franca de Xira.

A Euterpe, conta com cerca de 2.000 associados, desenvolvendo as seguintes actividades: Banda de Música; Conservatório Regional Silva Marques, com paralelismo pedagógico; Curso de Dança: Grupo Coral Adulto; Grupo Coral Infantil; Grupo de Teatro; Ballet; Biblioteca; TaeKwondo; Ginástica de Manutenção; Aeróbica; Ginástica Rítmica; Campismo; Hip Hop; Ginástica “Kids”; Kenpo, organizando ainda os Festejos Carnavalescos da Freguesia de Alhandra.

Em função da actividade desenvolvida ao longo da sua existência tem a Euterpe sido agraciada com as mais diversas condecorações de que se destaca: Membro Honorário da Ordem de Mérito, distinção atribuída por Sua Excelência Presidente da República Dr. Mário Soares; Medalha de Mérito do Concelho de Vila Franca de Xira; Diploma de Honra da Federação das Sociedades Educação e Recreio; Medalha de Mérito e Medalha de Ouro de Instrução e Arte da Federação Portuguesa das Colectividades de Cultura e Recreio, a Euterpe ganhou em 1999 o prémio, Jornal Vida Ribatejana / Rotary Club, de Colectividade do Ano. É Colectividade de Utilidade Pública desde 1979.

O Grupo Coral da Sociedade Euterpe Alhandrense, foi fundado em Maio de 1971 por um grupo de associados da colectividade, tendo a sua primeira actuação decorrido no aniversário da S.E.A. do mesmo ano, tornando-se o grupo coral mais antigo do concelho de Vila Franca de Xira.

Em 1983 ganhou uma nova faceta na sua composição, introduzindo acompanhamento musical próprio, adoptou para o efeito o nome de Grupo de Música e Cantares da Sociedade Euterpe Alhandrense.

Participou nos 1ºs Jogos da Primavera em 1979, obtendo um honroso 3º lugar, e nos 2º, 3º, 4º e 7º Encontros de Coros ACAAL. Colaborou em diversas iniciativas do F.A.O.J. e INATEL, e foi um dos cinco grupos escolhidos para gravar o Coro dos Coros que a RTP apresentou do 4º Encontro da ACAAL em 1971 dignificando e levando bem longe o nome da Euterpe onde quer que se apresentou. Organizou e participou nos Encontros de Coros do Concelho de Vila Franca de Xira.

A partir de 1990 voltou à sua forma original, tendo retomado o nome de Grupo Coral da Sociedade Euterpe Alhandrense, contando neste momento com um activo de 31 elementos.

É membro fundador da FENAMCOR - Federação Nacional Movimento Coral.

É dirigido desde Setembro de 2005 pela Maestrina Margarida Simas.

Maestrina: Margarida Simas

“Charles Chorus” do Centro de Artes e Ofícios Roque Gameiro – Minde

“Charales Chorus” do Centro de Artes e Ofícios Roque Gameiro – MindeFundado em Dezembro de 1996, conta actualmente com cerca de 30 coralistas.

Apesar de ainda jovem, o referido coro, apresenta já no seu curriculum algumas actuações, nomeadamente com a Orquestra Profissional de Música de Évora, participação no 2º Concerto de Natal em Mira de Aire, no Pavilhão de Portugal na Expo’98, a convite da Câmara Municipal de Alcanena no dia do Concelho.

Em Outubro de 1997, foi seleccionado para a gravação de um CD “Os Melhores Coros da Região Centro”.

Tem participado também em algumas cerimónias litúrgicas, Encontros de Coros e apresentado audições regulares, individuais e colectivas, inseridas nas actividades do CAORG.

Em 2004 e 2005, participou no XIII Concerto da Primavera, em Oiã – Aveiro, num Encontro de Coros em Alpiarça a convite do Orfeão S.F.A. 1º de Dezembro, no aniversário do Coro Gaudia Vitae de Mira de Aire e no Encontro de Coros a convite do Alva Canto de Alvaiázere. Ainda em 2005, recebeu o Coro de Câmara da Madeira em dois Encontros de Coros realizados em Minde e na sede do Concelho.

Maestro: João Carlos Chavinha Roque Gameiro

Grupo Coral Oásis – Sangalhos

Grupo Coral Oásis – SangalhosO Centro Cultural Fogueirense, associação criada em 1978, fundou o Grupo Coral Oásis em 1993, que se tornou um dos núcleos de actividade desta associação.

O Grupo Coral Oásis, é um coro misto que conta actualmente com 45 elementos na sua constituição. O seu reportório é composto quer por música de índole profana quer por música de índole religiosa, de autores nacionais e estrangeiros.

De 1996 a 2003, participou nos Encontros de Coros da Bairrada, tendo organizado o 4.º Encontro, com assinalável êxito, comprovado quer pela crítica quer pelo público.

Em 1998, foi convidado para a sua primeira aparição televisiva, no programa das manhãs da RTP1, “Praça da Alegria”, tendo estado presente no mesmo programa no ano seguinte.

Em 1999, inicia o Concerto dos Santos Populares, que tem vindo a realizar anualmente, e em 2002, o Concerto de Natal, que organiza todos os anos na Basílica de N. S. Auxiliadora de Mogofores.

Em 2000, participou no I Encontro de Coros do Norte de Portugal.

Tem participado, ao longo dos anos, em concertos realizados por todo o país, num sistema de intercâmbio com outros Coros. Tem ainda o prazer de participar em outros eventos, sempre que solicitado, da sua Freguesia e do seu Concelho.

Em 6 de Outubro de 2007, teve a sua primeira internacionalização, participando no 6.º Festival de Música Coral “Auria Canta”, em Ourense (Espanha), a convite da Coral Polifónica “Auria Canta”.

No dia 8 de Novembro de 2008, volta novamente à Espanha, desta vez a Cambre (Corunha), para participar no X Aniversário da Coral Polifonica de Santa Maria de Cambre.

Já em Julho de 2011, a convite da Câmara Municipal de Anadia, participou na abertura do Campeonato da Europa de Pista Juniores/Sub-23, com um memorável concerto no Cine-Teatro de Anadia.

O Grupo Coral Oásis, teve como seu primeiro maestro o Prof. Celestino Ortet, tendo sucedido em 1998, o Maestro António Luís de Brito, que mantém a direcção artística até aos dias de hoje.

Maestro: António Luís de Brito

Grupo Nun’Álvares – Coral Santo Condestável - Fafe

Grupo Nun’Álvares – Coral Santo Condestável - FafeCriado, a 12 de Janeiro de 1952, só com elementos masculinos, teve como primeiro maestro o senhor Virgílio de Castro, ao qual sucedeu o Cónego Leite de Araújo.

Em 4 de Agosto de 1973, sob a direcção do Dr. Adélio Costa, o Coral Santo Condestável aparece com elementos femininos, em Viana do Castelo, onde colabora com o Coro Polifónico daquela cidade. Nessa época, organizou encontros de coros em Fafe e actuou em várias localidades, precedendo a apresentação de peças de teatro encenadas pela Secção de Teatro do Grupo Nun’Álvares.

Em 1986, a direcção artística é da responsabilidade do Dr. Joaquim Santos, sendo assumida, em Novembro de 1989, pelo professor Francisco Ribeiro, que inicia uma nova fase na vida do Coral.

Com um vasto repertório profano e religioso, o Coral Santo Condestável tem actuado ao longo dos tempos um pouco por todo o país e no estrangeiro, nomeadamente em Espanha, França e República Checa, onde participou no 9º Festival Internacional de Música de Natal e Advento, em Praga. A convite do Maestro José Atalaya, em Novembro de 2002, actuou em Oeiras, integrando o programa “Música em Diálogo – Raízes Ibéricas”.

Em Abril de 2009 actuou nos três concertos de abertura do Teatro-Cinema de Fafe e, em Junho de 2010, realizou, em Ávila (Espanha), um concerto, inserido nas XIII Jornadas Polifónicas Internacionais Cidade de Ávila, que foi muito aplaudido na imprensa regional daquela cidade.

Em 1997 editou o seu primeiro CD e colaborou, também, na gravação de um CD Duplo com “Os Melhores Coros Amadores da Região Norte”.

Constituído totalmente por amadores, actuou por diversas vezes com orquestras e músicos amadores e profissionais, como o pianista José Dias, a Orquestra Artave, a Sociedade Filarmónica Fafense (Banda de Revelhe), a Banda da Sociedade Musical de Pevidém e Orquestra do Norte. Desenvolve, ainda, grande actividade, participando em diversos Encontros de Coros e organizando, anualmente, em Fafe, o Concerto da Primavera e o Concerto de Aniversário do Grupo Cultural e Recreativo Nun’Álvares.

Maestro: Francisco Ribeiro